Tamanho da fonte:

Caso de racismo deverá ser julgado na próxima semana

Ofensa aconteceu contra o árbitro Márcio Chagas da Silva

Árbitro Márcio Chagas da Silva. Foto: Divulgação
O caso de racismo ocorrido na quarta-feira, dia 5, em Bento Gonçalves, deverá ser julgado na próxima quinta-feira, dia 13. A ofensa aconteceu contra o árbitro Márcio Chagas da Silva na partida entre Esportivo e Veranópolis, no Estádio Montanha dos Vinhedos, pelo Gauchão.

Após o jogo, ao chegar em seu veículo Peugeot 207, o árbitro se deparou com a lataria do carro batida, arranhada e com bananas. Isso ocorreu, segundo ele, por parte dos torcedores do time de Bento Gonçalves. Se for condenado, o Esportivo poderá ser rebaixado, perder os pontos conquistados no jogo ou pagar multa de R$ 100 mil.

Na tarde desta sexta-feira, dia 7, a direção do Esportivo informou ter identificado dois suspeitos dos xingamentos racistas. A identidade e imagens dos suspeitos no estádio foram repassadas à Polícia. O clube da Serra garantiu ressarcimento pelos danos causados ao carro do juiz e retirou o Boletim de Ocorrência que duvidava da versão dada por Chagas, acusando-o de difamação. O árbitro relatou os fatos na súmula entregue na Federação Gaúcha de Futebol (FGF) nesta sexta.
por Davi Trintinaglia (Rádio Veranense), dia 08/03/2014 às 11:02

Comentários

    Não há comentários para esta notícia.

Comente esta notícia

Entre em contato por email: falerapido@saofrancisco.am.br